3 dicas Fundamentais para você empresário

Quando se empreende surgem milhares de dúvidas sobre como gerir uma empresa e como cuidar corretamente da parte financeira, você se sente perdido e não sabe por onde começar e muitas vezes já começou e se perdeu no meio do caminho. E para te ajudar a superar esses obstáculos, reuni 3 dicas fundamentais para você empresário ter sucesso!

    1. A primeira grande dica que a gente fala sobre o planejamento é que é importante que sua empresa mantenha um planejamento bem estruturado e bem feito, e que esse planejamento seja retomado durante todo o ano. Onde a maioria das empresas erram? Ela faz um grande planejamento e um bom planejamento estratégico, só que durante o ano ela se perde um pouco, ela não analisa aquilo que foi discutido em reunião de diretoria ou de planejamento. Reveja o seu planejamento para que você não se perca durante o planejamento, e durante todo esse período que durar o seu planejamento, sela ele de 6 meses, 12 meses ou 24 meses.

  1.  segunda dica bem importante é o que a gente vê acontecendo na grande maioria das pequenas empresas e médias empresas. Como o dono tem essa administração familiar, ele acaba misturando dinheiro próprio com o dinheiro da empresa e muitas vezes não é por má fé, e sim por falta de conhecimento. Vou dar um exemplo pra você: O proprietário de uma empresa que pensa não misturar o dinheiro próprio com dinheiro da empresa, ele começa a utilizar do capital de giro da empresa para pagar uma parcela ou financiamento de um veículo próprio, achando que esse veículo é um bem da empresa e na verdade não é, porque a empresa do exemplo citado não é uma transportadora. Esse veículo ele usa para ir e vir do trabalho, mas geralmente a grande parte do tempo, ele usa esse veículo de maneira particular, para levar os filhos na escola, frequentar uma academia, até para fazer suas viagens de lazer. Então esse consumo pessoal não pode estar dentro da empresa, e sim da vida pessoal desse sócio de empresa.

  2. E a terceira dica é que se você precisar pegar um recurso em instituições financeiras, os bancos, que faça isso de maneira muito planejada, porque o que acontece na maioria das vezes, a pessoa contrai um capital de giro no banco, onde as parcelas vão ser de 2, 3, 4 mil reais por mês. Mas ela esquece de analisar o fluxo de caixa da empresa, para ver se de fato aquela parcela cabe no bolso da empresa. Porque geralmente o empresário paga, 2, 3, 4, 5 parcelas e começa a ter dificuldade de manter a regularidade do pagamento dessas parcelas. Por quê? Por que falta um planejamento, falta verificar se aquelas parcelas ou o valor daquela parcela, está de fato coerente com o fluxo de caixa da empresa.

Se você se identificou com o que eu acabei de passar para você entre em contato conosco através do chat ao lado ou através do WhatsApp (19) 99183-3925. Faça um contato direto e venha conhecer o nosso trabalho. Nós podemos te ajudar a estruturar sua empresa e juntos planejar e conquistar um futuro de sucesso.

Fabrício Grippe
Sócio WG Contabilidade.